Enquadramento do Buraco Roto - Parte 4 de 4

  “"Já estou de saída mas, ninguém imagina por onde andei!!!”"   4 – Aspetos hidrológicos   4.1 - Bacias e redes de drenagem   Na parte norte e noroeste do MCE a co..

"Um Algar Improvável"

Nova exploração no PNSAC Ao longo dos últimos meses, os espeleólogos do CEAE têm vindo a explorar uma nova gruta no Planalto de Santo António, PNSAC.Descoberta em Abril de 2016 numa sessão de ..

Espeleólogos portugueses (re)descobrem Timor

  Leia o texto integral em http://www.rtp.pt/noticias/mundo/espeleologos-portugueses-redescobrem-timor_es944645..

Enquadramento do Buraco Roto - Parte 3 de 4

A idade não perdoa ---- ou ---- Antes quero partir que dobrar 3 – Enquadramento tectónico   3.1 Introduç..

Enquadramento do Buraco Roto - Parte 2 de 4

  O resultado do contínuo trabalho de uma das mais velhas escultoras da pedra - A água 2 - Enquadramento ..

Enquadramento do Buraco Roto - Parte 1 de 4

1 – Enquadramento superficial   1.1    – O relevo   1.1.1 – Introdução   ..

Buraco Roto

Vídeo de André Reis   No novo levantamento topográfico desta cavidade já foram ultrapassados os 800m de pol..

Primeira actividade internacional do CEAE

“Penso que o nosso pessoal gostaria de ir a Espanha fazer a travessia da Cueva de Valporquero. Estive lá com o NEUA n..

'ESPELEOLOGIA' - Documentário em 6 episódios (1987)

A história da primeira série didática produzida em Portugal sobre o ensino e a prática da Espeleologia. O C..

Apresentação da Visita Virtual ao Algar das Gralhas VII

Chãos – Alcobertas No domingo, 23 de Março de 2014, decorreu no pavilhão do Rancho Folclórico de Chãos, da Coope..

CEAE-LPN vence prémio internacional de cartografia espeleológica

O CEAE-LPN esteve presente no 16º Congresso Internacional de Espeleologia, onde apresentou ao concurso de trabalhos de ..

Para Além do Parque – As voltas com esperança…..

 ”A sombra é maior que a luz sempre que rejeitares o que te seduz”

20ª Saída.

10,11 Janeiro 2015                                                         Fátima, Ourém.

                                                                                                               Reguengo do Fetal, Batalha.

                                                                                        Chainça, Leiria.

Reunião em Fátima, sobre Algar “obstruído”.

Exploração e topografia Algar do Cabeço Rebelo.

Exploração e desobstrução do Algar da Chainça.

 

Elementos presentes: André Reis, Andreia Monteiro, Hélio Frade, Pedro Pinto, José Ribeiro,  Sr. António Neto.

Dia 10

Ora mais uma saída e lá nos encontramos no Pingo Doce em Fátima, conversa em dia e siga para os armazéns Neves, onde já nos esperavam o Sr. António Neto e o Sr. Virgulino Neves. O assunto era um Algar obstruído a muito……, e que alegria nos deu, mas isso vai ser conversa para próximos desafios, hihihihihihi……….. bom em “altas” seguimos para o Algar da encosta no Reguengo do Fetal. Chegados e equipados, comemos mesmo ali na sombra do jeep e siga para o buraco pois já eram 14h.

Entrada do Algar.

Entrada do Algar.

Bem, este algar é durinho pois desenvolve-se numa fratura e estende-se por vários patamares e sempre muito apertado, mas com muita calma e confiança lá o exploramos e topografamos.

Para aqueles que gostam de "palhinhas", hihihihi

Para aqueles que falam em ”palhinhas”, hihihihihi

Parte da tarefa tem vindo a ser feita pelo André e Picatchu que o têm vindo a desobstruir.

Paredes forradas de formas de reconstrução.

Paredes forradas de formas de reconstrução.

A saída tínhamos o Pinto e a Andreia a nossa espera, já eram 17.30h, seguimos para o espeleobarracão onde organizamos os nossos materiais e mais tarde para o “Álvaro” onde repusemos as energias com um bom jantar.

Dia 11

Acordamos cedinho e seguimos na direção da Chainça, mas antes a malta ainda deu um pulo ao Reguengo do Fetal, onde se foi verificar o nível das águas no Buraco Roto, estando agora com cerca de – 1,5mt em relação ao dia 29 de dezembro, vendo-se agora o inicio do 1º sifão.

Seguimos agora sim para a Chainça, As 10.30 já estávamos junto ao algar, equipados dividimo-nos em duas brigadas e entramos.

1ª Brigada foi para o final do meandro de que se inicia desde a entrada (Est. 1.40), continuar a desobstrução já iniciada. Após vários tin-tins e o retirar das pedras, já se deslumbra o desconhecido, sente-se uma corrente de ar vinda do lado do desconhecido, isto promete………

Desobstrução em curso.

Desobstrução em curso….

2ª Brigada seguiu pelo buraquinho do destrepe, pela esquerda no nível inferior da cavidade, onde no final (est.1.56) escalou e explorou um meandro situado ao nível do teto. Após equiparem a escalada verificaram que esta zona já tinha sido explorada, sendo um meandro que segue em duas direções, uma terminando um pouco depois e outra seguindo até uma pequena sala em que se nota uma conduta bloqueada por uma rolha de argila. Este tramo ficou equipado para ser em breve topografado.

As 16.30h estávamos fora, desequipamo-nos e seguimos até Fátima onde bebemos um cafezinho e posteriormente seguimos para as nossas casas. Foi um fim-de-semana muito produtivo, onde fechamos mais umas pontas do nosso trabalho, mas o mais importante foi as novas probabilidades que criamos neste nosso projeto, que tanta alegria nos tem dado.

André, Picatchu, Chouriço.

Planta Algar Cabeço Rebelo.

Planta Algar Cabeço Rebelo.

.
Perfil desdobrado Algar Cabeço Rebelo.

Perfil desdobrado Algar Cabeço Rebelo.

Projetado para A4, Planta Algar Cabeço Rebelo:

algar do cabeço RebeloP

Projetado para A4, Perfil desdobrado Algar Cabeço Rebelo:

algar do cabeço RebeloS

Ficha de equipagem:

Ficha de equipagem Algar do Cabeço Rebelo

Croky de equipagem:

Croky de equipagem – Cabeço Rebelo

Abraço e venha a próxima………….

This entry was posted in Espeleologia no Reguengo do Fetal, Para além do parque. Bookmark the permalink.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pode usar estas etiquetas HTML e atributos: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>